Publicidade

Prepare-se para algumas notícias assustadoras: você tem, de acordo com LitHub, apenas uma quantidade finita de tempo restante em sua vida para ler. Pessoas não tão preguiçosas (como eu) lêem em média de 10 a 12 livros por ano. Supondo que você tenha mais de 25 anos, isso significa que você tem apenas cerca de 700 livros – no máximo – em seu futuro.

De repente, você está sentindo o aperto da mortalidade? Ótimo. Se você está se perguntando por onde começar, nós ajudamos você. Aqui estão alguns livros que você precisa ler antes de morrer. E se já leu todos, ou pelo menos alguns deles, não se preocupe, teremos uma continuação para está lista maravilhosa em breve.

 

1984

George Orwell

 

 

Ambientado em 1984, Winston Smith deve superar um inimigo assustador: um governo onisciente com uma agenda. Este é o livro que se tornou um porta-estandarte para a ficção distópica e introduziu o Big Brother em nosso vocabulário cotidiano. Talvez a mais poderosa das obras de George Orwell.

 

As Aventuras de Huckleberry Finn

Mark Twain

 

 

Um menino e um escravo na Louisiana do século 19 devem encontrar o caminho de casa – tendo apenas o rio Mississippi como guia. Este livro estreito de Mark Twain é tão bem visto que muitos dizem que é O Grande Romance Americano.

  

As Aventuras de Sherlock Holmes

Arthur Conan Doyle

 

 

Em 1891, Sir Arthur Conan Doyle publicou “Um Escândalo na Boêmia”, o primeiro conto a apresentar Sherlock Holmes. Nítida e cativante, esta coleção mostra como exatamente Sherlock Holmes se tornou um fenômeno cultural e o detetive mais conhecido de todos os tempos.

 

O Alquimista

Paulo Coelho

 


Escrito em apenas duas semanas, O Alquimista vendeu mais de dois milhões de cópias em todo o mundo – e a história mágica da jornada de Santiago às pirâmides do Egito continua a encantar leitores em todo o mundo. Um triunfo de sonho.

 

O Aleph

Jorge Luis Borges

 


A visão aguçada e a sabedoria filosófica de Jorge Luis Borges estão em plena exibição nesta aclamada coleção de contos. De “The Immortal” a “The House of Asterion”, as histórias contidas são exemplos brilhantes e assustadores de mundos criados por um mestre do realismo mágico.

 

A revolução dos bichos

George Orwell

 


Quando o velho major, o javali, morre em Manor Farm, dois jovens porcos chamados Snowball e Napoleon se levantam para criar uma nova liderança neste livro alegórico que supostamente reflete a Revolução Russa de 1917 - e a subsequente União Soviética stalinista. A revolução dos bichos é uma conquista impressionante, e não apenas porque Orwell provou que uma história sobre porcos pode ser assustadora.


Fábulas de Esopo

Esopo

 

 

Essa coleção duradoura de contos foi transmitida pela tradição oral há mais de dois milênios. Mais do que simples histórias, as histórias de Esopo refletem todos os aspectos da natureza humana.

 

Alice no País das Maravilhas

Lewis Carroll

 

 

Alice é apenas uma menina de sete anos quando ela percebe um Coelho Branco com um relógio de bolso passando. Assim começam as aventuras de Alice em uma terra que não é tudo o que parece. Lewis Carroll publicou este romance em 1865, enviando-o pela toca do coelho direto para os corredores sagrados da literatura infantil mais preciosa.

 

Anna Karênina

Liev Tolstói

 


Se você gosta de livros longos nos quais mergulhar, então este é um verdadeiro deleite. Este romance épico conta as histórias paralelas de Anna Karenina e Konstantin Levin ao longo de um período de mais de 800 páginas – lidando com mudanças sociais, política, teologia e filosofia na Rússia do século XIX o tempo todo.

 

Anne of Green Gables

L.M. Montgomery

 


Ler Anne of the Green Gables é apaixonar-se por seus personagens – principalmente por sua protagonista, uma jovem impetuosa com uma imaginação do tamanho de um castelo. De arcos de amadurecimento a episódios ocasionais de bebedeira, este querido clássico de L.M. Montgomery tem de tudo: risos, dor e coração.

Comentários

Publicidade

Publicidade

Publicidade