Publicidade

A ex-modelo da famosa revista Victoria's Secret Erin Heatherton diz em rede que já sofreu muito com as pressões estéticas.



Erin Heatherton é uma modelo que ficou famosa por participar do seleto grupo que trabalhava para a Victoria's Secrets. Em uma indústria tão competitiva e que estimula a pressão estética, Erin acaba de revelar que recorreu ao uso de drogas para conseguir manter um padrão de corpo que, mesmo para ela, era insustentável.

Em entrevista ao "Fallen Angel", um podcast que investiga a história de origem de uma das marcas mais icônicas do mundo e seu efeito na cultura norte-americana, a top disse que sua busca pelo "corpo perfeito" a fez usar pílulas dietéticas e injeções que prejudicaram sua saúde.

"Quando as coisas começaram a piorar para mim foi quando eu atingi, acho que tinha 25 anos. Houve um certo ponto em que tudo o que eu estava fazendo simplesmente não rendia os mesmos resultados. Eu estava um pouco maior. Em retrospecto, isso é apenas biologia simples e como o corpo humano funciona. Você não é do mesmo tamanho quando tem 18 ou 25."

Por conta das sucessivas pressões impostas pelo mercado, Erin se viu obrigada a se consultar com um nutricionista que prescrevia inibidores de apetite com anfetamina e até mesmo injeções de hormônios. “O nutricionista prescreveu de início uma pílula dietética chamada fentermina, que meu terapeuta mais tarde chamou de 'metanfetamina' uma droga sintética que atua no sistema nervoso central”, revelou. O hormônio usado foi o HCG (Gonadotrofina coriônica humana), produzido naturalmente durante a gravidez.

Comentários

Publicidade

Publicidade

Publicidade